Pessoas, nosso principal ativo. É isso mesmo?

Uma boa parte dos gestores de empresa discursa dizendo reconhecer que as pessoas constituem o principal ativo do negócio. Isto de fato representa a realidade? Se sim quais são as estratégias em execução que fazem a diferença para potencializar os resultados desse ativo?

Cuidar de pessoas dá trabalho e não é tarefa fácil, no entanto o foco nelas na maior parte das vezes além de gratificante faz diferença para o sucesso do empreendimento seja ele de pequeno porte ou uma grande Corporação. Vale à pena escolher “pessoas” como uma das prioridades na atividade empresarial.

Aqui vão algumas recomendações para garantir o sucesso nessa empreitada:

. Tome cuidado já na contratação: é preciso avaliar não só a questão de capacidade técnica/talento como também se o perfil do (a) candidato (a) se adequa com a estratégia da empresa e sua cultura; oferte remuneração justa e alinhada com o mercado; deixe claro e transparente o que se espera da pessoa desde uma simples descrição de cargo assim como as metas que deve atingir e importante não o largue na área/departamento sem saber nem por onde começar sua missão – faça uma adequada integração;

. Identifique necessidades de treinamento e capacitação a partir de avaliações periódicas de desempenho; defina planos para execução e assegure que sejam bem sucedidos;

. Exija de cada líder responsável por pessoas relacionamento transparente e feedback sempre que surgir oportunidade;

. Demonstre com clareza os horizontes de carreira e também ouça a pessoa sobre suas aspirações e se esta entende seu papel na empresa no médio e longo prazo;

. É aconselhável ter em funcionamento um processo claro para reconhecimento de desempenho superior. Além de servir como estímulo esse tipo de iniciativa permite a diferenciação dos melhores;

. Estimule os líderes a formalmente desenhar planos de sucessão a fim de identificarem recursos internamente para futuras necessidades;

. Se a pessoa está no radar para os planos futuros da empresa atue em sua retenção e faça com que ela se sinta “cuidada” e reconhecida;

. Caso sua empresa necessite demitir alguém – ainda que por baixo desempenho – assegure que o processo ocorra de modo digno e respeitoso.

Como disse cuidar de pessoas não é tarefa fácil e dá trabalho, porém nenhum executivo deve deixar de prestar atenção nesse importantíssimo ativo!

Related Post

Posts Recentes